DGArtes

Header DGArtes

Acessibilidade


Caminho

voltar | imprimir Imprimir esta página

Notícias


  1. ATELIER JLCG ARQUITECTOS EXPÕE "CARRILHO DA GRAÇA: LISBOA" ATÉ 1 DE MAIO NO MUSEU MARÍTIM DE BARCELONA

    [16-3-2017]


    Com curadoria de Marta Sequeira e Susana Rato, esta exposição não é sobre o arquiteto João Luís Carrilho da Graça ou sobre a sua obra ou os seus projetos... "Apesar do seu inevitável carácter antológico, esta mostra manifesta sobretudo um modo de olhar, presente desde o início da sua atividade profissional e docente. E esse olhar é ilustrado a partir da cidade sobre a qual tem trabalhado desde há mais de 30 anos: Lisboa."


    "Os materiais desta retrospetiva permitem a nossa aproximação a uma teoria do território, enunciada numa planta e numa maqueta de Lisboa, que as maquetas dos projectos reiteraram. Trata-se de uma teoria que compreende o facto das linhas e pontos notáveis que caracterizam a topografia estarem na base dos percursos e assentamentos humanos e, portanto, da construção da cidade e da sua arquitectura. O propósito de que o projecto de arquitectura assenta na análise do território subjaz, de resto, a toda a obra de João Luís Carrilho da Graça, que adquiriu o que melhor se poderia denominar como vocação territorial. A selecção de obras apresentadas nesta exposição corresponde então a um verdadeiro catalogue raisonné dos trabalhos de Carrilho da Graça para a cidade de Lisboa � não se trata de uma compilação completa e definitiva, mas dos projectos mais relevantes considerados neste contexto pelo autor. Para além de muitos edifícios existentes, estão aqui representados projectos que não chegaram a ser concretizados, bem como outras versões dos edifícios construídos � com a mesma liberdade criativa que dominou Palladio, ao rever os projectos das suas primeiras villas quando os publicou em I quattro libri dell'architettura. Estão representados projectos profusamente publicados, desde a Escola Superior de Comunicação Social (1987-1993) ao Terminal de Cruzeiros de Lisboa (2010-...), mas são também apresentados projectos até aqui pouco difundidos, como o plano no âmbito do Programa VALIS (1991) ou vários projectos de concursos que, apesar de terem sido classificados em primeiro lugar, não chegaram a ser construídos � como a Ampliação da Assembleia da República (1992)."

    A exposição "não apresenta estes projectos com todo o detalhe, mas oferece as pistas necessárias para os observar à luz desta teoria do território, desta construção auxiliar, que, de um modo mais ou menos evidente no final, esteve sempre profundamente presente na origem de todas as intervenções. Esta exposição ocupa-se, afinal, da tradição de João Luís Carrilho da Graça, no mais puro sentido etimológico do termo: do que nos entrega, do que nos oferece como legado."

    "Carrilho da Graça: Lisboa" foi, pela primeira vez, apresentada no Centro Cultural de Belém, em Lisboa (Garagem Sul - Exposições de Arquitectura), de setembro de 2015 a fevereiro do ano passado. A mostra esteve ainda patente, entre outubro e dezembro, no Museo de Arquitectura Leopoldo Rother, em Bogotá, na Colômbia, e abriu no início deste mês no Museu da Casa Brasileira, em São Paulo, no Brasil, onde permanecerá até 19 de março. Depois de Barcelona, a exposição seguirá para a École Nationale Supérieure de Paris Val de Seine, em França, onde poderá ser vista de 24 de maio a 24 de junho.





    Este projeto é apoiado pela Direção-Geral das Artes, no âmbito do Programa de Apoio à Internacionalização.












Navegação


Agenda Online

Navegar para mês anterior Março Navegar para mês seguinte

D S T Q Q S S
   
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
 

Pesquisa



Rodapé

  • Política de Privacidade
  • Termos de Uso
  • Direitos de Imagem
  • Logo Ministrio da Cultura
  • Logo Direção Geral das Artes

Zona do Utilizador